Eletra e Protege desenvolvem o primeiro carro-forte elétrico do mundo

Depois dos automóveis, caminhões, ônibus e até motos, a mobilidade elétrica está desbravando uma nova fronteira. A empresa de conversão de veículos Eletra e a transportadora de valores Protege criaram o que dizem ser o primeiro carro-forte elétrico do mundo, como mostra reportagem a seguir do site Primeira Marcha. 

O modelo acaba de ser entregue e deve começar a rodar em São Paulo muito em breve. A autonomia de 75 km parece pequena, mas é suficiente para o uso diário do veículo. Um carregador da Eletra foi instalado em uma garagem da Protege e será o responsável pelas recargas – que levam 2h30min. 

O desenvolvimento do carro-forte elétrico teve como base um chassi de caminhão Volkswagen VW 8.160. Todo o processo levou 18 meses para ser concluído e custou R$ 1 milhão. Em vez de criar um veículo totalmente novo, a Eletra usou um processo chamado retrofit, que consiste em converter um veículo usado a diesel em um elétrico. 

Veículo tem sistema de frenagem regenerativo: recarrega a bateria e poupa os freios 

Nesse processo, o chassi e parte da carroceria são aproveitados, enquanto os componentes como motor, transmissão e tanque de combustível vão para reciclagem. 

“O fato de você pegar um caminhão muitas vezes no fim do ciclo e transformar em elétrico traz um ganho muito grande. Primeiro porque você não desova caminhões velhos no mercado. Depois, quando faz o retrofit, elimina a emissão na sua operação”, disse Iêda Nogueira, diretora da Eletra. 

Clique aqui para ler a matéria completa no Investe São Paulo

Eletra e Protege desenvolvem o primeiro carro-forte elétrico do mundo
PREVIOUS POST
Primeiro carro-forte 100% elétrico é brasileiro e reciclado
NEXT POST

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *