SP quer empresas de outros estados na licitação dos ônibus

O secretário de Transportes da cidade de São Paulo, Sergio Avelleda, iniciou na sexta-feira (19/01), um “road show” sobre o edital  que fixa as regras para renovar os contratos entre a Prefeitura e as empresas de ônibus.

O objetivo é atrair empresários de outros estados para a licitação prevista para este ano e aumentar a concorrência com os tradicionais proprietários das empresas paulistanas.

Na sexta, Avelleda apresentou o edital à Associação das Empresas de Transporte Público e Coletivo do Distrito Federal, em Brasília. Também se reuniu com representantes do Banco Mundial.

O edital foi divulgado no dia 20 de dezembro. Ele fixa metas inéditas de controle da poluição emitida pelos 15 mil ônibus municipais e cria as condições para a transição da frota a diesel para veículos elétricos e híbridos.

PELO BRASIL

Outros dirigentes da Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes de São Paulo também estão em viagem pelo Brasil.

O presidente da SPTRans, José Carlos Martinelli, terá reuniões com empresários de transporte de Salvador, nesta terça (22/01). Na quarta (23/01), estará em Recife.

Também no dia 23, Avelleda estará em Curitiba. No dia 30, o secretário-adjunto, Irineu Gnecco Filho, apresentará o edital em Porto Alegre.

“Essa é mais uma iniciativa para garantir a transparência do processo e a ampla participação dos empresários brasileiros nessa que é considerada a maior licitação de transportes públicos do mundo”. disse Avelleda.

“Pretendemos dar conhecimento e provocar interesse de outras empresas do Brasil a participar da licitação de São Paulo e, com isso, ampliar a competitividade”.

O edital com as regras da licitação era esperado desde o final de 2013, quando venceram os últimos contratos.

Por vários motivos políticos e legais, ele não foi lançado durante a gestão do prefeito Fernando Haddad. Desde 2013, os contratos têm sido renovados em caráter emergencial.

NOVA LEI

Na gestão João Doria, o edital foi finalmente divulgado no dia 20 de dezembro, uma semana depois que a Câmara Municipal aprovou uma nova lei ambiental, já sancionada pelo prefeito.

O edital ficará em consulta pública até o dia 3 de fevereiro. Segundo Avelleda, a versão final deverá ser publicada em março.

Se não houver atrasos, a expectativa da Secretaria é que as propostas das empresas interessadas comecem a ser apresentados em maio, e os primeiros contratos sejam assinados a partir de junho.

Doria sanciona lei ambiental com veto à inspeção veicular
PREVIOUS POST
Noruega quer voos domésticos só com avião elétrico até 2040
NEXT POST
  1. Alcides José Fagundes filho says:

    Quais empresa estão interessadas em operar os ônibus na capital Paulista?

Deixe uma resposta para Alcides José Fagundes filho Cancelar resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *