Madri contrata seus primeiros ônibus totalmente elétricos

Madri contratou seus primeiros 15 ônibus inteiramente elétricos este ano e deverá colocá-los em operação regular a partir de 2018.

O contrato foi fechado em julho entre a Empresa Municipal de Transportes (EMT) e a Irizar E-Mobility, fabricante espanhol de ônibus elétricos com sede em Aduna, no País Basco.

Os veículos têm 12m e serão entregues em dezembro, para rodar em diferentes linhas da capital espanhola. O contrato inclui 15 estações de recarga noturna nas garagens.

Madri tem 2 mil ônibus para atender aos seus 3,1 milhões de habitantes. Segundo a EMT, a maioria da frota (47%) roda com gás natural.

Outros 28% circulam com diesel Euro 5 e apenas 0,89% (menos de 20 veículos), com motores elétricos ou híbridos. Os demais 24% operam com diesel convencional.

BARCELONA

Em Barcelona, segunda cidade da Espanha, a empresa de transportes metropolitanos (TMB) também contratou mais sete ônibus articulados elétricos de 18m.

São quatro veículos modelo i2e, da Irizar, e três Urbino 18e, da polonesa Solaris, todos 100% elétricos.

Eles servirão para eletrificar a importante Linha H16, que liga alguns dos principais pontos turísticos do centro da cidade. Entram em operação em julho de 2018.

Desde 2016, Barcelona já tem em testes dois articulados elétricos de 18m da Solaris, com uma estação de recarga de oportunidade na rua (até 8 min).

Estes dois veículos fazem parte do ZeEUS (Zero Emission Urban Bus System), programa da União Europeia de incentivo à mudança da matriz de combustível do transporte público.

A frota da TMB tem 1.060 ônibus. A população de Barcelona é de 1,6 milhão de habitantes.

OUTRAS CIDADES

Até o final do ano, a Irizar também entregará mais um ônibus elétrico à cidade de Valencia e dois a Bilbao, ambas na Espanha.

A empresa também fechou contrato para fornecer, até 2019, 18 veículos elétricos às cidades francesas da Aglomeração de Côte Basque-Adour. na fronteira com o País Basco.

Londres quer frota de ônibus 100% limpa até 2037
PREVIOUS POST
Ibope aponta queda na avaliação do transporte em SP
NEXT POST

Deja una respuesta

Your email address will not be published. Required fields are marked *