Empresa

Eletra: referência em transporte sustentável

Inovar está no DNA da Eletra desde a sua fundação, em 1988, em São Bernardo do Campo.

Hoje, a empresa é uma referência nacional e internacional em transporte público sustentável.

A Eletra fabrica ônibus elétrico nas versões trólebus (rede aérea), híbrido (grupo motor gerador + baterias) e elétrico puro (baterias).

A tecnologia Eletra já está presente em 400 veículos com tração elétrica, que circulam tanto na Grande São Paulo quanto em cidades como Rosário, na Argentina, e Wellington, na Nova Zelândia.

PRIORIDADE

A busca de soluções sustentáveis para o transporte público sempre foi uma prioridade para os irmãos Maria Beatriz e José Antônio Setti Braga.

A família Braga tem uma tradição de mais de 100 anos de atividade no transporte público.

No começo do século 20, ela oferecia serviços de carruagem na região do ABC. Hoje, controla um grupo com ramificações em diversos segmentos do setor de transporte, entre outros.

Diante do desafio de buscar um transporte coletivo econômico, seguro, confortável e sustentável, Maria Beatriz e José Antônio foram conhecer a experiência de Florença (Itália).

A cidade onde começou o Renascimento oferece um respeitável serviço de trólebus e outras opções elétricas.

Os irmãos ficaram admirados com a tecnologia europeia, mas avaliaram que os veículos estavam longe de atender às necessidades do mercado brasileiro.

FEITO NO BRASIL

A solução veio com o engenheiro eletricista Antonio Vicente Souza e Silva, considerado um dos pais dos trólebus brasileiros.

Ele sugeriu aos irmãos Braga que produzissem aqui mesmo, no Brasil, os ônibus com que sonhavam. Assim foi feito.

Em 1988, Maria Beatriz e José Antônio se lançaram a um novo desafio, com uma equipe sob o comando do engenheiro.

Foi assim que a Eletra fabricou, em 1999, o primeiro ônibus híbrido com tecnologia nacional.

O veículo nasceu com motor elétrico Weg, para tração, e propulsor a explosão Mercedes-Benz, para geração de energia  – ambos trabalhando na mesma rotação. A Moura forneceu as baterias de chumbo ácido.

O resultado foi um veículo com motor a diesel muito menor do que o dos ônibus convencionais, garantindo uma redução de 95% na emissão de material particulado na atmosfera.

O Híbrido da Eletra é o primeiro ônibus produzido no Brasil e capaz de apresentar alta performance sem agredir o meio ambiente.

O reconhecimento do novo produto veio rápido, em 2003. O veículo foi um dos cinco finalistas do World Technology Award, dos Estados Unidos.