Releases

21 dezembro 2016
Comentários 0

21 dezembro 2016, Comentários 0

ENTRA EM OPERAÇÃO ÔNIBUS 100% ELÉTRICO COM TECNOLOGIA BRASILEIRA E CONCEITO DE DESLOCAMENTO PRODUTIVO Veículo começou a rodar em Florianópolis no trajeto entre os campus da UFSC O primeiro ônibus 100% elétrico com tecnologia brasileira de baterias alimentadas por energia solar (fotovoltaicas) e desenvolvido com tecnologia brasileira começou a rodar em Florianópolis, SC, esta semana. O veículo, Marcopolo Torino Low Entry, com plataforma Mercedes-Benz O500U Elétrico,  foi desenvolvido pelo Grupo de Pesquisa Estratégica em Energia Solar da Universidade Federal de Santa Catarina/UFSC. Possui sistema de tração elétrica com tecnologia da Eletra, responsável também  pelo projeto de integração, com motores elétricos WEG. Com o inovador conceito de deslocamento produtivo, o ônibus passou a rodar no trajeto de 25,3 quilômetros entre dois campus da UFSC, no Sapiens Parque, em Canasvieiras, no norte da ilha, e o Campus Central. Segundo o professor da UFSC, Ricardo Rüther, o objetivo é demonstrar como é viável e sustentável aliar a tecnologia limpa e proporcionar sensível ganho de tempo e eficiência quando se faz uso de transporte coletivo inteligente. Alternativa para o transporte coletivo na próxima década A modernidade do projeto não está somente na adoção de tecnologia limpa e sustentável, mas também na aplicação do deslocamento produtivo. “Com mesas de reunião, wi-fi, tomadas de energia e saídas USB, é possível, durante a viagem, trabalhar e, consequentemente, ser mais eficiente e produtivo. O nosso objetivo é tornar esta realidade mais clara e concreta para a população”, enfatiza o professor. O ônibus tem 200 kW de potência, sistema de tração movido 100% por energia elétrica que garante zero emissões e é uma opção para reduzir a poluição da atmosfera e também sonora nos grandes centros urbanos. A tecnologia é totalmente nacional e envolve as empresas parceiras da UFSC, Eletra, Marcopolo, Mercedes-Benz e WEG. Segundo Iêda Maria de Oliveira, gerente comercial da Eletra, em medições realizadas em São Paulo, os ônibus elétricos mostraram-se até 26% mais econômicos que um convencional a diesel, apenas comparando o custo da energia elétrica com o custo do diesel. “Além de todos os ganhos para o meio ambiente e também para a sociedade, a frota com veículos elétricos ou elétricos híbridos é comprovadamente mais eficiente na operação do que o diesel convencional”, destaca. “Temos a dificuldade do investimento inicial e infraestrutura, mas o ganho ambiental imediato e a rentabilidade que se comprovará com a implementação de frotas de ônibus elétricos, afloram a necessidade de políticas públicas e a responsabilidade dos gestores para com o futuro das nossas cidades”, enfatiza Iêda de Oliveira. Com comprimento total de 12.710mm, o ônibus transporta 38 passageiros sentados em poltronas estofadas, é equipado com rampa de acesso para portadores de necessidades especiais e sistema de ar-condicionado. A geração de energia elétrica é realizada por intermédio de módulos solares fotovoltaicos integrados. O ônibus vai realizar quatro viagens por dia, no total de mais de 200 quilômetros e será recarregado no laboratório da UFSC, no Sapiens Parque. A recarga completa das baterias leva em média uma hora, mas graças à tecnologia […]


12 dezembro 2016
Comentários 0

12 dezembro 2016, Comentários 0

ELETRA FORNECE SISTEMA DE TRAÇÃO PARA ÔNIBUS 100% ELÉTRICO DA UFSC – UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA A Eletra, fabricante 100% brasileira e referência mundial na produção de ônibus elétrico nas versões trólebus (rede aérea), híbrido (grupo motor gerador + baterias) e elétrico puro (baterias), desenvolveu e fornece o sistema de tração para o projeto do ônibus 100% elétrico – Ônibus Elétrico Assistido por Energia Solar Fotovoltaica, do Grupo de Pesquisa Estratégica em Energia Solar da Universidade Federal de Santa Catarina/UFSC. O ônibus, Marcopolo Torino Low Entry, com plataforma Mercedes-Benz O500U Elétrico, possui sistema de tração elétrica com tecnologia da Eletra, responsável também pelo projeto de integração, com 200 kW de potência. Com comprimento total de 12.710mm, tem capacidade para 37 passageiros sentados, rampa de acesso para portadores de necessidades especiais, poltronas estofadas, sistema de ar-condicionado, wi-fi e pontos USB. O projeto Ônibus Elétrico Assistido por Energia Solar Fotovoltaica da UFSC conta também com a parceria das empresas Marcopolo, Mercedes-Benz e WEG. Envolve o conceito de “deslocamento produtivo”, aliado a um veículo de propulsão 100% elétrica e para o qual a geração de energia é realizada por intermédio de módulos solares fotovoltaicos integrados. O sistema de tração desenvolvido pela Eletra tem motor elétrico WEG Trifásico 250 L com 200/400 kW de potência com autonomia de até 200 quilômetros, com quatro recargas de seis minutos. O projeto de integração e tecnologia da Eletra possui baterias de tração tipo Ions de Lítio (Energia de 128kW/h com oito “Packs” e tempo de recarga de 2,5h com carregador lento e 0,5h com carregador rápido). De acordo com a UFSC, no conceito de deslocamento produtivo, os usuários do ônibus são transportados em um ambiente extremamente seguro e confortável. O projeto, coordenado pelo prof. Ricardo Rüther, da UFSC, foi financiado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e custou cerca de R$ 1 milhão. A energia elétrica será gerada pelo Centro de Pesquisa e Capacitação em Energia Solar Fotovoltaica da UFSC, localizado no Sapiens Parque. Isso significa que o ônibus é elétrico e sua fonte de geração de energia não será convencional e sim em uma estação com energia solar. Apresentado pela primeira vez, em setembro, no 12º Salão Latino-Americano de Veículos Elétricos, realizado em São Paulo, o ônibus inicialmente fará o transporte de alunos, professores e técnicos da UFSC, entre o campus da Trindade e o laboratório, no Norte da Ilha, no Sapiens Parque, bairro Canasvieiras. Estudo da universidade catarinense mostra que um ônibus com consumo médio de 670 litros de diesel por mês emite cerca de 3,9 toneladas de CO2. Em um ano, a emissão chega a 46,8 toneladas de CO2. 5.800 árvores Segundo o Grupo de Pesquisa Estratégica em Energia Solar da UFSC, os benefícios ao meio ambiente que o ônibus 100% elétrico pode gerar equivalem ao que 5.800 árvores resgatam de gás carbônico no meio ambiente. Estudo do Instituto Totum e da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ), da Universidade de São Paulo, em parceria com a Fundação SOS […]