A vida útil dos ônibus elétricos é importante para as políticas públicas?

Pergunta: A durabilidade dos ônibus elétricos é um fator importante nas políticas públicas?

 Resposta – Sim. Os ônibus elétricos, híbridos e trólebus da Eletra podem operar com total eficiência por 20 anos – o dobro da vida útil dos similares convencionais a diesel.

Alguns trólebus (que são ônibus elétricos) rodam no Centro de São Paulo há 25 anos! Sem qualquer comprometimento da qualidade do serviço.

Este é um fator decisivo para as políticas públicas.

Uma longa vida útil dá tranquilidade ao operador para amortizar seu investimento inicial em frotas elétricas e, no médio prazo, traz economias substanciais a todo o sistema público de transporte.

SAÚDE

Isso sem contar os benefícios ambientais dos veículos elétricos e híbridos para a saúde pública, que também podem ser medidos pelo custo médio de mortes, internações e tratamento de doenças cardiorrespiratórias e outras complicações causadas pela poluição do ar.

Um ônibus 100% elétrico tem emissão zero de gás carbônico (CO²), material particulado (MP) e óxidos de nitrogênio (NOx).

Já um modelo híbrido emite 95% a menor de MP do que um similar convencional a diesel, e 30% a menos de CO².

Esses números fazem toda a diferença para as políticas públicas de saúde da população.

Basta lembrar que mais de 50 mil pessoas morrem todo ano no Brasil por doenças associadas à poluição do ar, segundo a Organização Mundial da Saúde (2018).

MANUTENÇÃO

Do ponto de vista econômico, as vantagens do transporte público sustentável também são evidentes.

Um veículo de tração elétrica não tem embreagem, caixa de câmbio, velas, cilindros, pistões, virabrequim, carburador, sistemas de refrigeração, reservatório de óleo, filtros, escapamento, tanque de combustível, correias, polias etc.

Portanto, o custo de manutenção é muito menor, e o consumo de energia equivale a menos de 30% do custo equivalente de diesel ou outro combustível fóssil.

Um ônibus elétrico pode amortizar o investimento inicial em cinco ou seis anos de operação, dependendo do modelo adotado e do tamanho das baterias – e tem mais 15 anos de vida útil pela frente!

Na planilha de custos do operador e da autoridade de transporte, essa vantagem comparativa faz toda a diferença na hora de calcular o subsídio público ao transporte ou o preço final da tarifa.

No médio e longo prazo, o ônibus elétrico e híbrido traz economia. No curto prazo, oferece ao usuário um serviço silencioso, confortável, seguro e de baixa emissão de poluentes.

 

 

Tire suas dúvidas sobre mobilidade elétrica no transporte público e de carga
ANTERIOR
Eletra lança seu novo ônibus elétrico híbrido Dual Bus 15m
PRÓXIMO

Comente

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *