O Jaguar elétrico do príncipe Harry e da princesa Meghan

O mundo da mobilidade elétrica vibrou com o passeio do príncipe Harry e da atriz Meghan Markle num Jaguar conversível totalmente elétrico, ao final do casamento real do dia 19 de maio.

Foi o fecho de ouro para o binômio inovação, mas sem quebra da tradição que a família real britânica tanto quis evidenciar nas bodas mais espetaculares do século 21.

A metáfora não poderia ser mais adequada. O Jaguar elétrico E Type Zero é um modelo clássico de 1968, cujo motor a combustão foi substituído por um motor elétrico de 220 kW.

A Jaguar Land Rover – joia da coroa da indústria automobilística do Reino Unido – tem uma fábrica inteiramente dedicada à restauração ou produção, em pequena escala, de modelos antigos da marca.

Jaguar E-Type Zero: modelo elétrico produzido na divisão de clássicos

Foi na JLR Classic, localizada na cidade de Conventry que saiu o Jaguar elétrico usado pelo casal real na saída da recepção no castelo de Windsor.

O slogan da empresa não poderia ser mais britânico: “Leve nossa herança para o futuro” – embora a JLR Classic seja hoje controlada pela indiana Tata Motors.

O E-Type Zero supera a antiga versão a combustível fóssil na maioria dos quesitos, e é totalmente silencioso.

Algumas características:

-Chega a 100 km/h em 5,5 segundos, contra 6,5 s do modelo a gasolina;
-O motor elétrico de 220 kW tem potência de 295 cavalos, contra 265 do original;
-As baterias ocupam o mesmo espaço do motor original, e pesam 46 kg a menos;
-Autonomia de 270 km com carga completa.

Congresso lança Frente Parlamentar pela Eletromobilidade
PREVIOUS POST
Chegou a hora da mobilidade elétrica, diz ABVE
NEXT POST

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *