Novo secretário diz que edital sai no dia 16 como o previsto

O novo secretário de Transportes de São Paulo, João Octaviano Machado Neto, disse que divulgará no dia 16 o edital sobre os ônibus municipais conforme o previsto por seu antecessor, Sergio Avelleda.

Ao tomar posse no dia 9/4, Octaviano preocupou-se em esclarecer que nada será alterado no lançamento da licitação que poderá dar início à troca dos ônibus a diesel por veículos elétricos em São Paulo.

Ele, porém, foi mais cauteloso ao falar sobre outros itens importantes na pauta do transporte público que ficaram pendentes com a renúncia do prefeito João Doria e a posse de Bruno Covas.

João Octaviano, secretário de Transportes

São dois: a regulamentação dos principais artigos da lei ambiental 16.802/2018, sancionada por Doria em janeiro, e a aprovação pela Câmara Municipal do PL 853, que trata do prazo dos contratos com as empresas de ônibus.

“Deixa eu respirar um pouco antes” – disse sobre esses temas.

Ele deixou a Companhia de Engenharia de Trânsito (CET) para assumir a secretaria. Sergio Avelleda será chefe de Gabinete.

Na cerimônia de posse, Octaviano sentou-se ao lado de Covas, que tinha à sua esquerda o filho Thomás, o vereador Eduardo Tuma e Avelleda (foto no alto).

A dança das cadeiras no secretariado, anunciada pelo novo prefeito no primeiro dia útil de seu mandato, surpreendeu os políticos e empresários que compareceram à Prefeitura no dia 9.

Até a semana passada, o próprio Doria dizia em entrevistas que sua equipe seria mantida. Ele renunciou ao cargo no dia 6/4 para candidatar-se ao Governo do Estado.

Em seu discurso de posse, Covas garantiu que a mudança não afeta as metas do governo. “Teremos uma mudança de piloto, mas o rumo, a direção, a rota continuam os mesmos”.

A troca de secretário teve o objetivo de reforçar a base parlamentar do governo, abalada nos últimos meses de mandato de Doria.

Na prática, as mudanças fortaleceram o presidente da Câmara, Milton Leite (DEM), especialmente as indicações de seus aliados João Octaviano (Transportes) e Eduardo Tuma (Casa Civil).

O QUE MUDOU

-Sergio Avelleda deixa Transportes e será chefe de Gabinete;
-João Octaviano Machado Neto deixa a CET e assume a Secretaria de Mobilidade e Transportes (SMT);
-Milton Persoli, ex-secretário adjunto das Prefeituras Regionais, comandará a CET;
-O vereador Eduardo Tuma (PSDB) será o secretário da Casa Civil, cargo que era ocupado pelo próprio Covas;
-Marcos Penido deixa a Secretaria de Obras e assume a Secretaria das Prefeituras Regionais;
-Vitor Aly, ex-presidente da SPObras, será o Secretário de Obras;
-Maurício Brum Bucker será o presidente da SPObras;
-Rubens Rizek Jr, secretário interino de Agricultura do Estado de São Paulo, será o secretário municipal de Justiça;
-Cláudio Carvalho (Prefeituras Regionais) e Anderson Pomini (Justiça) deixaram a Prefeitura.

Bruno Covas afasta Avelleda da Secretaria de Transportes de SP
ANTERIOR
A festa do petróleo acabou; começa a dos veículos elétricos
PRÓXIMO

Comente

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *