Vendas de veículos elétricos triplicaram no Brasil em 2017

As vendas de veículos elétricos e híbridos no Brasil triplicaram em 2017, em relação a 2016, chegando a 3.296 unidades, segundo a Associação Nacional de Veículos Automotores (Anfavea).

Embora ainda pequeno, esse número foi um dos destaques do balanço do mercado brasileiro apresentado no dia 5/01 pelo presidente da entidade, Antonio Megale.

Os números mostram que o melhor momento do mercado da mobilidade elétrica foi em agosto, com 627 unidades licenciadas em todo o Brasil, segundo o Renavam.

As estatísticas da Anfavea incluem automóveis e comerciais leves elétricos com fonte externa, elétricos com fonte interna e híbridos (tração a combustível comum + elétrica).

Licenciamento de automóveis e comerciais leves elétricos/híbridos no Brasil (1)

2017                                                                   2016

Janeiro –     178                                                     58
Fevereiro –  157                                                     64
Março –       227                                                     60
Abril –          176                                                     137
Maio –          208                                                    41
Junho –        238                                                    91
Julho –         268                                                    48
Agosto –       627                                                    59
Setembro –  384                                                    79
Outubro –    243                                                    93
Novembro -240                                                    159
Dezembro – 350                                                    202
Total:          3.296                                                1.091

1-Inclui as versões: elétrico com fonte externa, elétrico com fonte interna e híbrido (combustível líquido/ elétrico). Fonte: Renavam/Anfavea.

PRODUÇÃO

A produção total de veículos no Brasil em 2017 aumentou 25,2% sobre o ano anterior, puxada principalmente pelas exportações, com 2,69 milhões de unidades.

Esses números incluem ônibus, caminhões, automóveis e comerciais leves de todos os tipos.

As vendas de veículos novos para o mercado interno subiram 9,2% (2,24 milhões de unidades), batendo as vendas de usados pela primeira vez desde 2012.

ÔNIBUS

As vendas especificamente de ônibus subiram 5,3%, com 11,8 mil unidades em 2017 contra 11,2 mil de 2016.

O pico de vendas do segmento de transporte coletivo foi em dezembro, com aumento de 83% sobre o mesmo mês do ano anterior (1.200 ônibus contra 666).

As vendas de caminhões também melhoraram, passando de 50.600 unidades em 2016 para 51.900 em 2017 – aumento de 2,7%.

Segundo a Anfavea, as exportações atingiram um recorde histórico, com 725 mil veículos e receita de US$ 12,8 bilhões.

RECUPERAÇÃO

Para Antonio Megale, os números mostram uma clara tendência de recuperação do setor automotivo.

O mercado estava em queda livre desde 2013, quando atingiu o recorde de produção de 3, 71 milhões de unidades.

Em 2016, por exemplo, com um tombo de 11% sobre 2015, a indústria brasileira de veículos tinha voltado ao nível de produção de 2004.

Noruega usa renda do petróleo para liderar revolução elétrica
PREVIOUS POST
Estudo nos EUA liga poluição do ar a problemas mentais
NEXT POST

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *